Vai trocar de caldeira? Veja o que tem de fazer antes disso.

Manutenção 13/Mai/2021 86
Vai trocar de caldeira? Veja o que tem de fazer antes disso.

Até há alguns anos atrás, o mercado do Aquecimento Central era quase exclusivamente constituído por instalações novas, que utilizavam maioritariamente caldeiras a gasóleo ou a gás.

Hoje, contudo, quer seja pela antiguidade de muitas das instalações, quer seja pelo aumento exponencial dos combustíveis fósseis, muitas dessas caldeiras precisam de ser substituídas, regra geral ou por caldeiras a pellets, ou por Bombas de Calor.

Não parece difícil. Retira-se o equipamento velho e substitui-se pelo equipamento novo. Certo?

Não!!!

Uma grande parte das instalações antigas utilizou redes de tubagem em pex, muitas delas com recurso a tubos e acessórios de reduzida dimensão, que ao longo dos anos foram incrustando e acumulando lixo particularmente nos acessórios de ligação e coletores.

Os próprios radiadores acumularam lamas na sua base e a maior parte dos purgadores já não funcionam com eficácia.

Se nada for feito em relação a esta realidade, o mais certo é as coisas não correrem bem.

A sua instalação vai funcionar deficientemente ou mesmo, não vai funcionar de todo, podendo causar danos irreversíveis ao novo equipamento.

Por tudo isto, a minha sugestão é para não facilitar: se a sua instalação é antiga, antes de substituir a caldeira existente, proceda a uma limpeza profunda da rede de tubagem e radiadores. Se for necessário, não hesite em substituir a rede de tubagem.

Só desta forma poderá assegurar um bom funcionamento da sua instalação de Aquecimento Central e evitar muitas dores de cabeça.