O seu recuperador de calor a lenha é uma desilusão?

Aquecimento Central 06/Mai/2021 174
O seu recuperador de calor a lenha é uma desilusão?

O Francisco decidiu comprar um recuperador de calor a lenha para montar na sala. A sua casa já possui um sistema de Aquecimento Central e é bastante confortável de Inverno, mas ele sentia saudades de ver a lenha a crepitar na lareira, como sempre foi tradição em casa dos pais, com a família a reunir-se à volta do fogo, depois de jantar, para conversar ou ver televisão.

Começou a pesquisar na Internet, tirou medidas, fez simulações de implantação, avaliou os preços e finalmente decidiu-se por um equipamento lindíssimo, com quase um metro de largura para caberem achas de grandes dimensões, e um vidro antirreflexo serigrafado. Não era barato, mas iria valer a pena. Não que gostasse muito do Inverno, mas desta vez, estava ansioso que os dias frios chegassem para testar o seu novo recuperador de calor e retirar dele todo o conforto visual e relaxante que esperava.

As primeiras utilizações corresponderam ás suas expetativas, mas conforme os dias iam passando começou a reparar que o vidro estava cada vez mais sujo, ao ponto da chama mal se ver, quando abria a porta para carregar com mais lenha, libertava-se uma baforada de fumo que já tinha manchado a parede e o teto da sala e no interior do recuperador começava a formar-se uma crosta preta e brilhante que era dificílima de remover.

O entusiasmo foi reduzindo, o recuperador já dava mais trabalho, do que o prazer que proporcionava e o Francisco começou seriamente a pensar em não o voltar a acender. Que grande frustração.

- O que é que eu fiz de errado? – perguntou-se a si mesmo.

O sucesso para o funcionamento de um recuperador de calor, depende, fundamentalmente de três fatores:

CHAMINÉ

A importância da chaminé ultrapassa a do próprio recuperador de calor. De nada vale comprar o melhor equipamento existente no mercado, se depois não o associarmos a uma chaminé eficaz.

AR DE COMBUSTÃO

Todos sabemos que para haver combustão é preciso oxigénio e que o oxigénio se encontra no ar. Acontece que as construções atuais são praticamente estanques, o ar não entra por lado nenhum e sem um caudal de ar adequado, o nosso recuperador nunca poderá ter um bom funcionamento.

LENHA

Um recuperador de calor não é, propriamente, um incinerador que queima tudo. Se queremos um equipamento a funcionar de forma exemplar, temos que escolher uma lenha adequada, caso contrário é um desastre.